Como justificar o preço pelos seus serviços

O que é caro ou barato nos serviços de banho e tosa?

Sabendo que em tempos de crise financeira tudo muda no nosso mercado e que todo empreendedor precisa “tirar um coelho da cartola” diariamente para trazer novos clientes e fidelizá-los ao seu negócio, criei um programa transmitido via Facebook todas as quartas-feiras às 10h chamado Alô, Empóriopet!, onde falo sobre vários assuntos relacionados às dores de todo empreendedor/empresário e profissional liberal. Esta Live é uma forma de compartilhar conhecimento e gerar alguns insights para auxiliar no melhor desenvolvimento e sustentabilidade dos negócios de cada um, o que tem trazido amplos resultados para os clientes que nos assistem.

Um dos assuntos tratados nesse programa foi “como justificar o preço cobrado pelos serviços de banho e tosa” dentro do cenário do concorrente cobrar mais barato pelos  mesmos trabalhos executados e onde as maiores dúvidas deles giravam em torno de baixar ou não os preços para acompanhar, mesmo tendo um custo fixo elevado – talvez diferente do concorrente – e como justificar o preço cobrado mais caro do que as outras empresas. Por esse motivo trouxemos este assunto para o programa – que foi um dos campeões de audiência – e hoje trago para este artigo para que mais pessoas possam se beneficiar com informações que com toda certeza vão trazer reflexões para quem estiver lendo.

Primeiro, temos que entender o que é caro ou barato. Em qualquer transação, o que consideramos “caro” ou “barato” está diretamente relacionado com o valor que enxergamos. Para colocar de modo simples, vemos como “barato” algo cujos benefícios superam o custo; como “caro” algo cujos benefícios não compensarão os custos e como “justo” algo cujos benefícios justificam os custos. Então temos que entender que o que cobramos por nossos serviços é um preço “justo” de acordo com o que entregamos. Por isso, jamais devemos baixar o que cobramos para acompanhar o cobrado por outro estabelecimento, porque cada negócio tem a sua estrutura, necessidades e seus custos. Entendido?

Se não vamos baixar o nosso preço, então vamos entender quais atributos podemos desenvolver para justificarmos o preço cobrado por nossos serviços e, dentre vários, destaco seis: diferenciação; vender valor e não preço; transformar cada experiência do seu cliente no seu negócio em única; jamais ceder à pressão do cliente para dar desconto; questionar em relação a que o cliente diz que o teu preço é caro e, finalmente, aprender a distinguir o cliente. Destes seis atributos, vou explanar sobre o principal deles neste artigo e os demais retomarei no próximo mês: a diferenciação.

A chave fundamental para que possamos justificar o preço justo que estamos cobrando pelos serviços do nosso banho e tosa é nos diferenciarmos dos concorrentes, afinal, não fazemos parte da caixinha de que “banho e tosa é tudo igual”. E como fazer isso?! Usando produtos que tragam benefícios admiráveis, causando aquele momento “uau” do cliente quando recebe o seu pet de volta depois do banho; produtos esses produzidos por marcas responsáveis onde você conhece a cultura, pilares e essência e comunique essas informações para o seu cliente; tendo a sua loja bem organizada e arrumada de forma que combinado com o atendimento nota 1.000 possa se transformar em uma experiência memorável, para que assim ele passe a ser multiplicador do seu negócio para outras pessoas.

Nós, consumidores de uma forma geral, damos credibilidade e confiança para marcas e empresas que recebemos indicações ou que vemos depoimentos de outros que já tiveram uma experiência positiva. Então, vamos gerar mais experimentações positivas aos nossos clientes, diferenciando o nosso negócio dos demais e tornar a concorrência irrelevante?!

E para finalizar quero deixar três pontos de reflexões para vocês: 1) O que você tem oferecido de diferente do concorrente ao seu cliente?; 2)O que faz você optar pelo seu negócio e não pelo do outro? e 3) No que está a sua autenticidade – ou do seu negócio? Reflitam, respondam a essas perguntas para vocês mesmos e, quando encontrarem as respostas, olhem para o seu negócio com “olhar de quem faz melhor com paixão”. Podem ter certeza de que vão trazer muitas inovações e diferenciação para os seus serviços e os clientes perceberão muito mais valor do que apenas preço. Abraço!

 

Kaká Cerutti é Neurocoach, palestrante e gestora de marketing e comunicação da empresa Empóriopet.

Saiba mais em www.emporiopet.ind.br ou pelo e-mail sac@emporiopet.ind.br.

Comentários
Carregando...