Mercado pet brasileiro pode faturar até R$ 40 bilhões em 2020

Um dos segmentos mais aquecidos nos últimos tempos espera continuar crescendo.

O mercado pet brasileiro vem crescendo ano a ano e não é surpresa, mas os ótimos números ainda surpreendem. Para se ter uma ideia, a última pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que analisou as populações de animais nos lares brasileiros, em 2013, mostrou que 44,3% dos domicílios no Brasil possuíam pelo menos um cachorro, o equivalente a 28,9 milhões de lares.

Vindo para o cenário atual, esse número mais que dobrou. De acordo com o IPB (Instituto Pet Brasil), atualmente já são mais de 132 milhões de pets. E se crescem os pets, crescem os donos cada vez mais entusiasmados para darem mais qualidade de vida e mimos aos bichinhos. A expectativa de faturamento para o setor em 2020 é de R$ 40 bilhões.

Os números de 2019 ainda estão sendo fechados, mas, também de acordo com IPB, eles devem alcançar o patamar de R$ 36,2 bilhões. Essa estimativa representa um crescimento de 5,4% sobre o número de 2018, que foi de R$ 34,4 bilhões. A projeção indica aquecimento ainda maior do setor em relação ao ano passado, quando a alta foi de 4,6% sobre 2017.

E essa força do setor vem atraindo diversas empresas que não possuíam o segmento pet em seu guarda-chuva de produtos, como a Multilaser. A companhia possui 12 linhas de produtos, desde automotivos e eletrônicos até produtos para bebê. “Nossa especialidade é a agilidade no desenvolvimento de novos produtos de qualidade que estão de acordo com a realidade do consumidor brasileiro e que chegam a qualquer canto com nossa ampla rede de distribuição”, comenta Daniel Campos, da área de desenvolvimento de produtos pet care da Multilaser.

Também é a primeira vez que a empresa irá participar da Pet South America, principal evento do setor pet na América Latina, levando seu portfólio completo com guias, coleiras, peitorais, brinquedos para cães e gatos, tapetes higiênicos, entre outros.

“Acreditamos que, por ser a maior feira do Brasil, possamos ter uma boa projeção, uma vez que estaremos com nossa marca recém-lançada no mercado”, completa Campos.

Quem já participou do evento também está animado com a edição de 2020, tendo em vista as boas projeções do mercado para este ano. A Montapet, uma empresa do Grupo Buzattos, é uma indústria especializada em montagem de pet shops e atende justamente quem está ou começando no negócio ou pretendendo aumentá-lo.

“Nossa arquitetura é voltada para o aumento de faturamento dos clientes. Montamos lojas que potencializam o faturamento por metro quadrado em cada ambiente. Nossas expectativas para esse ano são as melhores possíveis, já que o mercado está bem aquecido e se profissionalizando a cada dia”, diz Eduardo Santos, coordenador de vendas da Montapet.

O responsável pela Pet South America, Guilherme Martinez, acredita que o crescimento dos pets nos lares brasileiros irá continuar contribuindo para o crescimento do setor. Além disso, quem já tem um pet busca cada vez mais por novidades, pois a relação é de presentear um membro da família. “As expectativas para esse ano continuam altas, com as empresas do setor investindo em novas soluções e tecnologias para esse mercado que está, cada vez mais, ávido por novidades”, conclui o gerente do evento.

 

 

Comentários
Carregando...