Papagaios do Congo são a nova atração no Brasil

Por:

Originário da África, o Papagaio do Congo ou Psittacus erithacus é também chamado de Papagaio Cinzento devido às penas do corpo na cor cinza. Bico preto e penas vermelhas e brilhantes na cauda completam o visual dessa ave exótica que chama a atenção pela beleza, mas principalmente pela inteligência e capacidade de imitação.

“O Papagaio do Congo surpreende pelos seus inúmeros atributos. Além do raciocínio e facilidade para imitar a fala humana, eles são muito sociáveis e afetuosos com seus tutores”, revela Patrícia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo, rede de pet shop de Curitiba. A ave é capaz de aprender truques e muitas palavras, desde que ensinada diariamente e com paciência. Costumam repetir palavras e sons que ouvem com frequência. Muitos tutores relatam que as aves imitam sons de telefone, micro-ondas e outros animais de estimação, como cães e gatos. “Há quem os compare a crianças pequenas, que costumam repetir tudo o que ouvem, por isso é bom cuidar com o que fala perto de um Papagaio do Congo”, brinca Patrícia.

Mas quem se interessar em ter uma ave como essa precisa conhecer bem suas necessidades e curiosidades. “São os machos que costumam imitar melhor a fala. As fêmeas, geralmente, gostam mesmo é de gritar”, revela a Maria Angélica Vieira, consultora técnica do HiperZoo. Além de vida longa, esse papagaio também requer bastante tempo de atividade fora da gaiola para que possa se exercitar e ficar próximo ao seu tutor. O recomendado é no mínimo 6 horas diárias. Disponibilizar uma grande quantidade de brinquedos para que possa se distrair e mastigar, facilitando assim o exercício das suas mandíbulas, também é indicado. E, geralmente não gosta de alterar a rotina, ou seja, se for acostumado a brincar à noite, ficará esperando por isso sempre.

 

Os cuidados

Assim como as demais aves, os cuidados diários com higiene são fundamentais. A gaiola onde vive deve ser limpa todos os dias e seus recipientes de água e comida lavados com sabão neutro e água. O tamanho da gaiola também é fundamental para o bem-estar do animal. Ele precisa de espaço para, no mínimo, poder abrir suas asas sem encostar nas grades e preferencialmente poder movimentar-se bem ali dentro.

Apesar do tempo necessário fora da gaiola, é importante lembrar que, quando o papagaio estiver sozinho em casa, deve ficar na gaiola, pois é um animal curioso e pode mexer e bicar algo que possa feri-lo, como fios elétricos, por exemplo.

O corte das unhas também é importante e deve ser realizado a cada 3 meses por um profissional habilitado, evitando-se que as unhas quebrem de forma errada causando sangramentos ou acidentes com seus tutores.

A alimentação indicada é ração extrusada com frutas e verduras, mas os Papagaios do Congo também gostam de petiscos, por isso podem ser oferecidas frutas e verduras frescas, sementes e ovos cozidos para agradá-los e equilibrar a alimentação. Costumam ter entre 28 e 39 cm e chegam a pesar 400g.

 

 

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Outras matérias que você pode gostar

Receba nossas novidades em seu Email

Revista Negócios Pet

A Revista Negócios Pet é direcionada para lojistas de pet shop, escolas de banhos e tosa, clínicas veterinárias e lojas de aquário.É uma vitrine de novidade com produtos e de acessórios mais utilizados pelos profissionais da área, assim podem trabalhar com as melhores marcas do mercado pet.