BLACK FRIDAY no mercado pet Será que pega?

BLACK FRIDAY no mercado pet Será que pega?

Por: Mirela Luiz

Dados do Instituto Pet Brasil mostram que o e-commerce de produtos para pets já movimenta mais de 2 bilhões por ano.

Segundo o ranking da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o segmento é o 11º em tíquete médio de vendas pela internet, com gastos de R$ 177,46 em média. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 62% dos lares brasileiros têm pelo menos um pet, fazendo do país o segundo principal mercado pet do planeta. Só em 2018, o varejo pet nacional movimentou sozinho 34,4 bilhões de reais.

Agora o mundo vive um abalo sem precedentes, por causa da pandemia de Covid-19. E mesmo assim o setor de pet shops encontrou uma forma de manter o crescimento. O comércio eletrônico se fortaleceu como nunca e mostrou um novo caminho para lojas e donos de animais.

Relatórios do Movimento Compre&Confie mostraram que esse crescimento de vendas do setor pet aconteceu principalmente por causa do fortalecimento do comércio eletrônico. Apenas em março, já houve um aumento de 47% de receita neste mercado.

O aumento também é grande quando são observados os números do primeiro trimestre de 2020, em comparação com os dados de fechamento do ano passado. Em 2019, o setor pet foi responsável por 1,6% dos pedidos de compras on-line no Brasil e obteve 0,9% do faturamento.

No primeiro trimestre deste ano, o mercado atingiu 2,1% dos pedidos e 1,1% do faturamento. Esse crescimento fez a procura por produtos de pet shops ser maior, por exemplo, do que a demanda do setor automotivo no primeiro trimestre.

Ásia, Europa e Estados Unidos passaram pelas fases da pandemia antes do Brasil. E o setor de pet shops, em diversos locais, teve grande crescimento de vendas on-line. No mercado dos Estados Unidos, que é o maior do mundo, os pedidos de comidas para gatos cresceram até 401%. Na Itália, os suprimentos para cachorros foram responsáveis por um crescimento de 995%. E até na Coreia do Sul, país onde a pandemia foi controlada mais rapidamente, houve um grande aumento de vendas on-line, principalmente de comidas para peixes. Foi um crescimento de 42%.

Uma das maiores apostas do varejo on-line, incluindo o mercado pet, para o fim do ano é a Black Friday 2020. De acordo com levantamento da Loja Integrada (lojaintegrada.com.br) – plataforma gratuita para criação de lojas virtuais – 72% dos pequenos varejistas estão otimistas com a data. A pesquisa foi realizada com quase 600 empreendedores.

Segundo Pedro Henrique Freitas, CEO da Loja Integrada, o dado revela uma tendência que vem sendo seguida desde março e pretende aquecer a data em novembro. “Com a pandemia, a digitalização do varejo foi imediata. Até os públicos mais tradicionais (acima de 60 anos) mantiveram um consumo alto de compras pela internet. As pessoas estão mais propensas a consumir ofertas em e-commerces e, para muito varejista físico, a internet tem sido a solução esse ano”, explica o executivo. Segundo a empresa, o aumento de pessoas com mais de 60 anos que compraram produtos on-line foi de 90,22% em agosto, comparado com o mesmo período do ano passado.

Um outro panorama que evidencia o potencial da data é o volume de vendas do ano. Só entre março e maio, o volume negociado pelos lojistas da Loja Integrada chegou a R$415 milhões. Na última Black Friday, em 2019, foram movimentados R$11,6 milhões. Foram quase 43 mil novas lojas virtuais criadas na plataforma por mês em 2020. O evento promete bater recordes de número de lojistas e compradores.

Em contagem regressiva, a Petland, empresa do Grupo Brasil Pet, é um exemplo de que tem muitas empresas que estão apostando na tendência desse evento também no mercado de pequenos animais. A rede está com tudo pronto para lançar a campanha “Pet Friday 2020”. Os descontos vão de 10% a 50% nos produtos vendidos em loja, que também estarão disponíveis no marketplace da empresa, o Geração Pet, até o dia 30 do mês.

A empresa aposta no sucesso de vendas de alguns itens e serviços que deverão entrar na lista de compras dos tutores, entre eles acessórios, brinquedos, alimentos, produtos Pet Choice, remédios antipulgas, desconto em banhos, entre outros. O cliente ainda tem a opção de retirar o produto na loja, em até
uma hora, ou receber na sua casa, em até quatro horas, a compra efetuada no site da Geração Pet. Outra rede de mega store que também entrará na proposta da Black Friday é a Petz, que fará suas promoções no dia 27/11/2020.

O mercado pet tem apresentado forte crescimento nos últimos tempos e as vendas on-line no segmento cresceram mais de 300% entre 2017 e 2020, segundo pesquisa da Euromonitor e EBIT.

A categoria de acessórios ainda é muito pulverizada, mas a área de serviços e produtos para animais deve crescer cerca de 6,07% este ano, segundo dados do Instituto Pet Brasil.

O e-commerce Petlove também vai aproveitar o mês de ofertas para ampliar os benefícios aos seus clientes e prolongou os descontos
durante todo o mês. “Conseguimos, com isso, atender a diferentes demandas dos nossos consumidores e levar ofertas especiais e exclusivas– com benefícios que eles só encontram com a gente”, afirma Gustavo Diament, CRO da Petlove. “Além disso, por termos o mês inteiro de ofertas, conseguimos melhor atender e manter melhores prazos de entrega durante todo o período”, completa o executivo. As ofertas da Black Pet November estão disponíveis no site e app da Petlove entre os dias 3 e 30 de novembro.

O Brasil é o segundo maior mercado pet do mundo, com 6,4% de participação global, as vendas ainda são muito concentradas em alimentos. Estima-se que apenas 11% das vendas totais do mercado brasileiro vêm de produtos pet não alimentícios. Nos EUA, por exemplo, esse número é de aproximadamente 35%. É uma grande oportunidade para o mercado, com oferta de produtos exclusivos e diferenciados.

A pandemia mostra que as vendas on-line deverão ter grande importância na estratégia das companhias do setor daqui pra frente. Se a ida ao ponto de venda diminuiu, o movimento no e-commerce mais que dobrou.

Por isso vale a pena investir no mercado digital, fazer sua avaliação se seu negócio pode ganhar com a famosa semana de grandes descontos e, se achar que será positivo, se lançar com consciência e segurança na Black Friday.

 

 

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Outras matérias que você pode gostar

Agora Nossa Edição Digital é Gratuita!

Garanta a sua assinatura e receba mensalmente nossas Edições no Formato Digital

Receba nossas novidades em seu Email

Revista Negócios Pet

A Revista Negócios Pet é direcionada para lojistas de pet shop, escolas de banhos e tosa, clínicas veterinárias e lojas de aquário.É uma vitrine de novidade com produtos e de acessórios mais utilizados pelos profissionais da área, assim podem trabalhar com as melhores marcas do mercado pet.